“A nossa mais elevada tarefa deve ser a de formar seres humanos livres que sejam capazes de, por si mesmos, encontrar propósito e direção para suas vidas.”
Rudolf Steiner

A pedagogia Waldorf nasceu há mais de 100 anos da percepção de que precisamos de um mundo melhor para todos, de que sempre podemos fazer hoje o melhor pelo amanhã e de que a educação é o meio através do qual essa transformação pode ocorrer.
“Educar para o futuro” significa encarar, a partir da organização escolar, os principais desafios que a atualidade nos propõe.

PEDAGOGIA WALDORF

A pedagogia Waldorf propõe uma compreensão aprofundada das fases evolutivas da infância e da adolescência, sobre a qual se âncora o currículo escolar. Ele permite compreender e alcançar as disposições para aprendizagem nas diferentes faixas etárias, acompanhando as transformações físicas e emocionais dos estudantes, proporcionando uma relação significativa com o conteúdo ministrado. Além disso, a proposta pedagógica Waldorf se dispõe a mediar e transformar as relações dos alunos com o mundo que nos cerca, de forma respeitosa, promovendo o cuidado com o meio ambiente e desenvolvendo integralmente as crianças e jovens.

 

A educação Waldorf vai muito além da transmissão de conhecimento, ela busca equilibrar a apreensão de conteúdo necessária com o desenvolvimento emocional. Essa integração do conhecimento e da vida emocional é alcançada através da configuração artística dos conteúdos e das atividades práticas que estimulam a iniciativa e atuação no dia a dia. A escola Waldorf se mostra cada vez mais contemporânea pois busca combinar a ampliação do pensamento, com a cultivo dos sentimentos e a ação transformadora do mundo. Ela respeita o tempo e as características individuais de cada criança para que o seu desenvolvimento aconteça de forma saudável, em um ambiente onde o educador leve em conta as potencialidades de cada uma.

Os professores Waldorf, através dos seus estudos e aprofundamentos, tentam abranger todas as dimensões humanas, em íntima relação com o mundo que nos cerca. Por isso, a Pedagogia Waldorf trabalha pontos de vista científicos e estético-artísticos de forma ampla, a fim de despertar no aluno um respeito profundo e admiração pelo mundo, sempre levando em consideração a diversidade cultural local e se comprometendo com princípios éticos humanos coerentes.

Rudolf Steiner, fundador da pedagogia Waldorf

A escola Waldorf

Existem mais de 2.000 escolas em mais de 100 países atuando de forma independente. O que as une é o ideal de concretizar e aperfeiçoar a pedagogia de Rudolf Steiner para formar futuros adultos livres, com pensamento autônomo e criativo, com sensibilidade artística, social e para com a natureza e que também sejam capazes de buscar seus objetivos e cumprir os seus propósitos em sua vida futura.

O professor Waldorf participa da formação e dia-a-dia da instituição escolar de forma ativa. É ele o coração de uma escola Waldorf, e tem a difícil tarefa de guiar com amor e a responsabilidade a integração de cada ser humano na vida social da melhor forma, através do conhecimento profundo que adquire de cada criança – outra característica fundamental da pedagogia.

Se forma, assim, a partir do trabalho colaborativo entre de pais, professores e associação mantenedora, uma escola de pedagogia Waldorf, que conta com algumas características muito marcantes:

  • Incentivo a uma infância saudável
  • Promoção da integridade social e cooperação. 
  • Alegria e responsabilidade nos processos de aprendizagem
  • Cultivo do intelecto, imaginação, criatividade, das relações sociais, da capacidade de trabalho e de habilidades na resolução de problemas
  • Arte e movimento como meios de exercitar e desenvolver capacidades e permeando todo o processo de aprendizagem
  • Currículo que propicia um desenvolvimento adequado a cada faixa etária nos âmbitos físico, emocional e cognitivo.
  • Professores em permanente processo de autoeducação: além da formação acadêmica os professores passam por uma formação específica em Pedagogia Waldorf

A história da escola se mistura com a história da Pedagogia Waldorf no Brasil

A Escola Waldorf Rudolf Steiner, pioneira dessa pedagogia no Brasil, foi fundada em 1956 por um grupo de pais e educadores interessados em trazer a Pedagogia Waldorf para o Brasil. Originalmente fundada em uma casa no bairro de Higienópolis a escola mudou-se para o Alto da Boa Vista em 1958, instalando-se em uma propriedade rodeada de jardins, muitas árvores e espaço para o desenvolvimento de todas as atividades previstas no currículo Waldorf.

Para que os professores brasileiros pudessem formar-se e aprimorar-se na Pedagogia Waldorf, ainda na década de 70, foi estabelecido pelo casal Rudolf e Marianne Lanz, o primeiro Seminário de Professores de Pedagogia Waldorf no Brasil, mais tarde reconhecido como Centro de Formação de Professores, autorizado pelo Parecer CEE n. 576/97 e pela Portaria da Dirigente Regional da 17ª Delegacia de Ensino da Capital, que possibilitaram a sua instalação e funcionamento.

O interesse crescente na Pedagogia Waldorf no Brasil e na Escola Waldorf Rudolf Steiner fez com que surgisse a necessidade de uma segunda escola Waldorf no país, fundada em 1978, na região de Cotia, o Colégio Micael.

Desde então, muitas iniciativas de jardins, escolas Waldorf e centros de formação de professores surgem em todo o país. Em 1998, a Federação das Escolas Waldorf Brasil (FEWB) passou a existir para dar suporte à crescente demanda e filiação de todos esses movimentos.

Comemoração dos 66 anos da EWRS. Festa Semestral, 2022
Comemoração dos 66 anos da EWRS. Festa Semestral, 2022